Untitled Document
Untitled Document
Reitoria
Graduação
Pós-Graduação
Serviços
Biblioteca
Estrutura
Localização
Vestibular
Medicina
Jogos
Empresa Júnior
 







 
Untitled Document Untitled Document
UniSALESIANO promove abertura da Jornada da Família com a presença de 300 pessoas
Evento contou com palestra ministrada pelo Bispo de Jaboticabal, Dom Eduardo Pinheiro da Silva
 
27/09/2017 -16h - D.C.

A solenidade de abertura da Jornada da Família, promovida pelo UniSALESIANO na noite do dia 21 de setembro, reuniu mais de 300 pessoas no auditório Papa Francisco, no campus de Araçatuba.

A mesa de autoridades foi composta pelo Reitor do UniSALESIANO, Pe. Luigi Favero, vice-Reitor e Pró-Reitor de Administração, Pe. Giulio Boffi, Pró-Reitor Acadêmico, Profº. André Luis Ornellas, Pró-Reitora de Extensão e Ação Comunitária, Profª. Heloisa Helena Rovery da Silva, Pró-Reitor de Pastoral, Pe. Ademir Lima de Oliveira.

Estiveram também a vice-prefeita de Araçatuba, Edna Flor, presidente da Câmara de Araçatuba, Rivael Papinha, as coordenadoras da Jornada da Família de Araçatuba, Profª. Rossana Abud Cabrera Rosa e de Lins, Maris de Cássia Ribeiro Vendrame, e os palestrantes, Bispo da Diocese de Jaboticabal, Dom Eduardo Pinheiro da Silva e representante da entidade Amor Exigente, Profª. Adalberta Cavalcante.

O evento foi iniciado com a apresentação do coral de crianças do Colégio Salesiano, que emocionou a plateia com músicas como “Doce Sentir”, “Utopia”, “Ave Maria”, “Oferta de Flores” e “Dom Bosco Missionário”. As canções foram acompanhadas da professora Simone Vieira, seguindo a entonação do Hino Nacional.

O reitor Pe. Luigi fez a saudação aos presentes traduzindo a palavra jornada, que significa caminhada. No caso do tema deste ano, consiste na história concreta das famílias humanas com suas alegrias, tristezas, preocupações, sonhos e dificuldades. “O futuro passa pela família. Ela é o nosso hospital mais próximo, como disse o Papa Francisco em sua carta ‘‘Amoris Laetitia”, ressaltou.

Rossana explicou sobre as ações que estão sendo realizadas desde o começo deste ano e também toda a programação que será realizada até o final de 2017. “O nosso desafio era fazer um evento que envolvesse a comunidade acadêmica do UniSALESIANO e também que chegasse ao núcleo familiar de cada aluno, além de toda a sociedade”, frisou Rossana, ao citar que a programação foi baseada na carta do Papa Francisco e no tema “Somos Família”, na Estreia do Reitor-mor dos Salesianos, Pe. Ángel Fernandéz Artime.

As próximas atividades acontecem neste sábado, dia 23, no Calçadão de Araçatuba, das 9h às 13h, e no domingo, dia 24, na UNA (Universidade Aberta da Melhor Idade), às 8h. “Sábado teremos ações voltadas à comunidade, com três tendas no Calçadão. No domingo serão realizadas a Caminhada da Família e a Corrida UniSALESIANO”, completou.

SIMPLES X COMPLETO
A palestra ministrada pelo Bispo Dom Eduardo teve como tema central a família, que é tão simples de falar e, ao mesmo tempo, tão complexo; amplo e desafiador. “A família é a célula-mãe da sociedade. Nessa jornada, o UniSALESIANO se propõe a reforçar, recordar e discutir a importância e a necessidade da base social a partir de várias óticas, sobressaindo a cristã católica cujos valores inspiram o processo pedagógico da universidade”, ressaltou.

Dom Eduardo interrogou os participantes com duas perguntas: Vale a pena ainda acreditar na família? Precisamos realmente da família? Segundo ele, essas interrogações são mais do que nunca atuais no contexto brasileiro, principalmente se levar em consideração que, na base do comportamento de muitos seres humanos, está o que se aprendeu no ambiente familiar. “Isso vale tanto para os elementos positivos, como negativos. Na origem de muita corrupção, por exemplo, talvez esteja uma formação familiar de base privada de valores, de conceitos verdadeiros, e que forma uma pessoa corrupta.”

O Bispo ainda elogiou a iniciativa do UniSALESIANO em debater a família em suas ações. “Tem o objetivo de contribuir na construção de pessoas humanas e sociais, com tantas atividades para que temas vitais e delicados voltem à tona, reforcem posturas positivas e ofereçam propostas convincentes a favor da vida e da sociedade. Faz parte do coração de uma universidade essas provocações, mesmo com um tema tão simples e tão complexo”, disse.

Após a palestra de Dom Eduardo, alunos do Coral do UniSALESIANO cantaram músicas como Asa Branca e Romaria.

Por fim, a professora Adalberta, integrante da entidade Amor Exigente, - que atua na prevenção às drogas e apoio às famílias e jovens dependentes químicos do município – deu seu testemunho de vida. “Estamos há quase 29 anos em Araçatuba trabalhando com as famílias que encontram grande desafios e eu sou uma delas. Sou mãe de cinco filhos e o quarto, quando faltava dois dias para completar 20 anos, foi assassinado”, disse Adalberta, explicando o motivo da morte. “Aos 15 anos descobrimos que ele usava maconha e meu filho foi crescendo no uso da droga e se envolvendo com más companhias. ”

A professora comentou que não há dor maior para uma mãe e que a família se sente derrotada diante dessa situação, se questionando onde foi que errou. Depois que entrou no programa Amor Exigente, atendendo muitas famílias com os mesmos desafios e desamparadas, Adalberta pode perceber que todos estão neste mundo para ouvir, abraçar mais, dividir as dores. “Temos que dar a mão para o outro e dizer, nós estamos aqui para construir um mundo melhor”, finalizou.

 
Untitled Document
 
 
 


Untitled Document
© 2003 - 2015 | Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium - Todos os Direitos Reservados eXTReMe Tracker